Como funciona uma PLATAFORMA de PETRÓLEO #Boravê

publicidade

Chegou o grande dia: fomos conferir COMO FUNCIONA uma PLATAFORMA de PETRÓLEO!

publicidade

Existem vários tipos de plataforma, mas essa que nós visitamos, na região dos lagos do Rio de Janeiro, é uma FPSO. Esse nome vem do inglês “Floating Production Storage and Offloading”, que em português significa “Unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de óleo e gás”.

E é em baixo dessa área, a cerca de 2.300 metros abaixo do nível do mar, que se encontram 4 poços produtores. Para conectar esses poços à plataforma, são usados tubos flexíveis especiais, que primeiro correm na horizontal sobre o leito do oceano (flow) e, depois, sobem até a plataforma (risers). Mas não é só isso que faz de uma plataforma um lugar incrível. Os bastidores também surpreendem.

Quem vive na plataforma de petróleo?

Por estar em mar aberto, a plataforma de petróleo funciona como se fosse uma pequena cidade. Os colaboradores passam dias seguidos no lugar e, por isso, precisam de atividades extras para relaxar enquanto não estão trabalhando. Nós pudemos conhecer a academia, sala de música com diversos instrumentos e até o teatro para realização de reuniões e cultos religiosos.

Além disso, para garantir a ordem, existe a figura de um gerente responsável. O profissional é o primeiro na hierarquia e tem autoridade até para solicitar a remoção de pessoas que causem algum problema.

Mas, afinal, o que é pré-sal?

O Brasil explora o petróleo há alguns anos, desde o século XIX. Mas foi apenas na nossa história recente que descobrimos a existência do pré-sal — explorado nesta plataforma de petróleo.

Geologicamente falando, ele refere-se a uma camada de rochas formadas preferencialmente por rochas carbonáticas, localizada abaixo de uma camada de sal.

No Brasil, especificamente, o pré-sal é uma sequência de rochas sedimentares formadas há mais de 100 milhões de anos, no espaço geográfico criado pela separação dos atuais continentes Americano e Africano.

Tecnicamente, o pré-sal é uma camada de sedimentos que fica abaixo das camadas de pós-sal e sal. Esse termo é utilizado no País para se referir ao reservatório de petróleo encontrado na costa brasileira. A sua descoberta em si foi anunciada em 2007 e ajudou a tornar o Brasil um dos maiores produtores de petróleo e gás do mundo.

E aí, boravê como funciona uma plataforma de petróleo?

Deixe seu comentário

Artigo anteriorPEGAMOS um PEDAÇO do PRÉ-SAL #Boravê
Jornalista multimídia e produtora de conteúdo. Curiosa, gosto de ler de tudo um pouco - de livros gigantes até placas de trânsito. Sou fã dos quadrinhos da Mafalda, e todos meus animais de estimação têm nome de comida. Adoro contar uns contos, mas amarro bem os pontos.